Rua Usílio Tonetto, n° 40
Turvo - SC - CEP 88.930-000

 

Tel: + 55 48 3525 0376

       + 55 48 9 9985 3783

       + 55 48 9 9985 3782

  • Facebook Social Icon
  • YouTube Social  Icon
  • Instagram ícone social
  • LinkedIn ícone social
  • Tonetto =)

Máquinas Atoladas: Como enfrentar um atolamento em plantação de arroz




Quem nunca acabou ficando atolado?

Todo motorista cedo ou tarde vai passar por essa situação desconfortável, é simplesmente uma realidade para quem dirige.

Sair de um atolamento, ou desatolar o veículo é uma tarefa árdua que nem sempre pode ser feita sozinho, isso porque existem níveis de atolamento.

Alguns são simples e superados com uma leve acelerada outros são verdadeiros desafios que só podem ser vencidos com ajuda de guincho e coisas do tipo.

Falo isso para veículos comuns, aqueles que você encontra nas ruas da sua cidade.

O problema é ainda maior quando falamos de atolamentos em plantações de arroz.

Nesse caso estamos falando de máquinas bem mais pesadas em terrenos que algumas vezes podem ser comparados a areia movediça.


Então, como enfrentar um atolamento em uma plantação de arroz?

Em primeiro lugar é importante destacar que esse tipo de situação pode ser uma grande dor de cabeça para qualquer agricultor.

Os agricultores experientes estão cientes que para esse tipo de coisa é necessário ajuda de profissionais de outras áreas, mas, para os não tão experientes, é importante chamar atenção para isso:

Em um atolamento numa plantação de arroz, você certamente precisará da ajuda de profissionais como, mecânicos ou outros tratores.

É importante que o responsável saiba como ancorar e por onde puxar, se não sua máquina pode sofrer grandes acidentes, podendo até mesmo romper o trator no meio.

Dito isso, é necessário entender também que o custo para desatolar uma máquina numa plantação de arroz varia de acordo com o grau de dificuldade da situação.

O grau de dificuldade é definido por alguns fatores que veremos mais à frente, por enquanto tenha em mente que para acertar o preço com os profissionais que você contratou, será necessário uma verdadeira negociação, de modo que o custo benefício exista para os dois lados.


Agora vamos para os fatores que determinam o grau de dificuldade do atolamento.


1. O peso da máquina

Você já deve imaginar que existe uma enorme diferença entre desatolar um microtrator e uma colheitadeira.

Este será um dos primeiros assuntos a serem levados em conta na hora de começar a pensar no desatolamento da sua máquina.

Talvez você não saiba exatamente o peso da máquina em questão.

Para isso, uma simples pesquisada na internet será o bastante para esclarecer a dúvida, ou, até mesmo algo mais formal, como por exemplo, o contato direto com os fabricantes da máquina.

Esta última atitude é a mais recomendada, isso porque dessa forma você irá encontrar a informação precisa, algo que pode fazer a diferença na hora de desatolar a sua máquina.


2. Lembre-se de levar em conta a carga

As vezes a máquina estava transportando algo a mais, algo que não foi levado em consideração na hora de definir o peso da máquina.

Nesses casos, contatar o fabricante e pedir informações sobre o peso da máquina não é o bastante.

O problema reside em não saber exatamente qual é o peso da carga, nesse tipo de situação, a única coisa que resta a ser feita é uma estimativa do peso total.

Pode parecer algo arriscado mas quando se sabe o que estava sendo transportado, fazer uma estimativa não é algo tão difícil ou arriscado.

No melhor dos casos, a máquina não vai estar carregada, e nessa situação, considerar o peso que o fabricante informa é o suficiente.

Se por algum acaso você não consiga entrar em contato com o fabricante da sua máquina, faça uma pesquisa na internet para encontrar a informação que precisa.

É preciso tomar cuidado com uma coisa: o modelo da sua máquina.

Algumas pessoas pesquisam apenas pelo nome da marca sem levar em consideração alguns detalhes como o ano de lançamento e etc.

Isso é uma erro, pois máquinas de mesma marca lançadas em anos diferentes podem apresentar diferenças entre si, dentre essas diferenças, o peso pode estar incluído, justamente o que estamos levando em consideração neste tópico.


3. Considere o tipo de solo ou o local do atolamento

O solo faz grande diferença.

Às vezes o atolamento ocorre na lama ou até mesmo debaixo da água!

É necessário bolar a sua estratégia de desatolamento levando isso em consideração.


4. Descubra o dano que foi feito a sua máquina antes de retirá-la

Isto é algo importante, principalmente se você contratou terceiros para desatolar a máquina.

Digamos que a máquina ficou presa na água, antes de desatolar a mesma, verifique os danos causados ao motor e etc.

Às vezes os danos causados na máquina acontecem não porque atolou, mas porque não foi retirada da forma correta.

Por isso, se você contratou terceiros para realizar o serviço, é necessário esclarecer quem vai arcar com tais eventuais danos antes de colocar mãos à obra.

Se você realmente está preocupado com a integridade da sua máquina, o melhor a ser feito é contratar uma empresa especializada que ofereça seguro.


5. Considere o grau do problema

Duas coisas definem se você pode realizar o serviço sozinho ou não.

O nível do atolamento e as ferramentas disponíveis, falaremos desse último no próximo tópico.

Com grau do problema nos referimos a situação em si, estamos falando de um microtrator ou um caminhão, a máquina na lama de fácil acesso ou debaixo da água?

Ao responder essas perguntas você vai descobrir se precisa da ajuda de terceiros ou não.


6. Considere as ferramentas disponíveis

Mesmo que a máquina em questão seja um microtrator atolado na lama em uma área de fácil acesso, é possível que você não consiga desatolar a mesma sozinho.

Isso porque nem sempre você tem o material necessário.

Enxadas e pás resolvem os casos mais simples, puxar sua máquina atolada com ajuda de outras máquinas e cabos de aços resolvem os casos mais complexos.

Porém, é preciso saber fazer, leve isso em consideração.

Conclusão

Estas foram apenas algumas dicas de como lidar com um veículo atolado, tenha em mente que o melhor a ser feito sempre será pedir ajuda de profissionais treinados e com experiência com esse tipo de situação.

Dica de ouro: o uso de uma semi-esteira, seja em um trator de pneu ou em uma colheitadeira, pode resolver grande parte dos seus problemas com atolamento.

Por isso, é um investimento eficaz que vai te ajudar a evitar muitas dores de cabeça.

54 visualizações