• Tonetto =)

Manutenção de tratores: os cuidados com o óleo das máquinas

Para garantir uma maior longevidade dos tratores e máquinas agrícolas é preciso estar atento a alguns sinais que a máquina demonstra e manter a manutenção sempre em dia.



Dessa forma, você evita que o motor sofra desgaste desnecessário e também previne qualquer problema que possa atrapalhar seu cronograma de plantio ou colheita.

Preste atenção a qualquer sinal que seu equipamento apresente e que não seja comum, como algum barulho estranho, fumaça excessiva ou cheiro de combustível não usual.

Na hora de dar manutenção, prefira as oficinas autorizadas ou de sua total confiança.

Além disso, na hora de repor uma peça, opte por peças originais e de qualidade reconhecida, assim você evita que outros problemas maiores aparecem.

Um dos pontos principais e que deve ser levado a sério é a manutenção e troca de óleos lubrificantes e filtros dos tratores.

Essa manutenção garante o bom funcionamento do motor.

A troca de óleo, geralmente, deve ser feito a cada 3 meses se a máquina estiver sendo usada com frequência e com a manutenção geral em dia. O ideal é seguir as recomendações do fabricante.


Qual a funções dos óleos lubrificantes

A principal função do óleo lubrificante é reduzir ao máximo o contato entre duas peças, diminuindo o atrito entre elas e com isso reduzindo também o desgaste dessas peças e evitando a geração excessiva de calor – que pode prejudicar e muito o motor do trator caso fique superaquecido.

Além disso, o óleo mantém o motor limpo, protegendo contra corrosão e formação de ácidos em seu interior, auxilia na vedação da câmara de combustão e na redução do consumo de combustível.


Manutenção dos óleos lubrificantes

A manutenção dos motores feita sempre em dia, principalmente no que diz respeito à lubrificação só traz benefícios à máquina agrícola, mas é necessário que essa manutenção seja feita de maneira correta, garantindo o melhor desempenho do motor.

A manutenção preventiva deve ser feita de forma periódica e conforme a orientação do fabricante da marca que você adquiriu, levando em consideração também a quantidade de horas que a máquina trabalhou.

Outra maneira de fazer a manutenção e controle do óleo das máquinas agrícolas é a chamada manutenção preditiva.

Esse tipo de manutenção leva em conta o monitoramento das condições químicas e físicas do óleo lubrificante, a presença substâncias como moléculas de água, amônia e/ou presença de partículas ferrosas que contaminam o lubrificante e prejudicam o motor.

A manutenção periódica dos óleos lubrificantes de motor tem inúmeras vantagens, como redução do custo de manutenção geral da máquina, maior vida útil dos componentes do motor e melhor controle dos desgastes do equipamento.


Rotinas no uso de óleos lubrificantes

Para manter a qualidade do lubrificante do motor alguns cuidados são necessários.

Um destes cuidados é a verificação do nível do óleo do maquinário a cada dez horas de trabalho ou conforme instruções do fabricante, observando se o nível se mantem na faixa de segurança de trabalho.

A medição do nível do óleo deve ser feita com a máquina desligada e em um terreno plano, de preferência com o motor frio.

Se o nível do óleo estiver mais baixo, é ideal verificar se não existe nenhum vazamento ou verificar o motivo para o consumo excessivo do lubrificante.

Também é preciso verificar com que frequência o fabricante indica que a troca do óleo deve ser feita.

É importante ressaltar que apenas completar o óleo do motor pode acabar comprometendo o funcionamento do motor, uma vez que o óleo vai ficando mais viscoso e com a consistência inapropriada.

A Manutenção do óleo deve ser feita em duas etapas: a drenagem e limpeza do reservatório e o reabastecimento.

Na primeira etapa, faz-se a drenagem de todo o óleo que está no reservatório.

Em seguida, retira-se o filtro – que será substituído por outro novo - e os acessórios de vedação, para que sejam limpos, essa limpeza deve incluir as áreas adjacentes, evitando impurezas caiam de volta no reservatório.

Algumas pessoas preferem finalizar a limpeza do reservatório secando com um pano limpo antes de colocar as peças que foram retiradas para a limpeza e o novo filtro no lugar.

Com o reservatório limpo e o filtro novo no lugar, da início a segunda etapa, o reabastecimento do reservatório.

O óleo lubrificante novo deve atingir a marca de segurança desenhada. Feito isso, é importante ligar novamente a máquina e os comandos hidráulicos para que o fluxo de lubrificante seja normalizado.


Fique de olho:

Para garantir que o motor de sua máquina fique protegido preste atenção nesses pontos críticos:

• Use sempre um óleo lubrificante de qualidade superior, de preferência aquele indicado pelo fabricante.

• Sempre que for verificar o nível do óleo, faça da maneira correta: com o trator nivelado, sempre antes do funcionamento da máquina

• Não complete o nível do óleo quando ele estiver entre as marcas de máximo e mínimo.

• Nas primeiras 100 horas de trabalho da máquina é normal um consumo maior de óleo lubrificante, o chamado amaciamento do motor, mas o consumo não pode ser excessivo.


Na dúvida, procure informações nos catálogos e manuais, Eles ajudam muito!,


1,639 visualizações

Rua Usílio Tonetto, n° 40
Turvo - SC - CEP 88.930-000

 

Tel: + 55 48 3525 0376

       + 55 48 9 9985 3783

       + 55 48 9 9985 3782

  • Facebook Social Icon
  • YouTube Social  Icon
  • Instagram ícone social
  • LinkedIn ícone social